História

Há mais de 20 anos homens e mulheres vem, com muita determinação e dedicação, construindo esta história.

Compromisso com a vida porque entende-se que a construção de uma sociedade justa e solidária garantirá para todos, homens e mulheres deste Brasil, uma vida digna e feliz, este compromisso assume papel ainda mais fundamental para uma entidade que representa enfermeiros e enfermeiras, trabalhadores da saúde.

Uma história de lutas porque ao longo dos anos buscar justiça, igualdade, democracia e ética não tem sido tarefa fácil. No entanto, o trabalho árduo de fortalecimento da nossa FNE tem transformado-a em uma entidade forte, reconhecida pela sociedade civil e pelos enfermeiros e enfermeiras deste vasto país. Estamos convictos de que a organização coletiva e democrática é um valioso instrumento de transformação da realidade, se não o único.

A história da organização da enfermagem no Brasil tem seu início em 1932, quando todos os profissionais estavam ligados ao mesmo sindicato, o Sindicato Nacional dos Enfermeiros da Marinha Mercante e o Sindicato dos Enfermeiros Terrestre. No entanto, os enfermeiros e enfermeiras sentiram necessidade de criarem seus próprios sindicatos, pois acreditavam que poderiam encaminhar suas reivindicações de forma mais efetiva.

Criam-se vários sindicatos de enfermeiros no Brasil, e, mesmo com sindicatos próprios a categoria enfrentava dificuldades em fortalecer suas entidades e encaminhar reivindicações de forma efetiva, especialmente pela pouca participação da própria categoria. Diante deste realidade buscou-se uma articulação entre os sindicatos de enfermeiros de todo o país, em 1982, em São Paulo realizou-se o I ENESPE – Encontro de Entidades Sindicais e Pré-Sindicais da Enfermagem.

Estes encontros sempre procuraram relacionar a organização profissional e política com o motivo da classe trabalhadora, como forma de ganhar força nas reivindicações da enfermagem. Com o acúmulo destas articulações em setembro de 1987, em Porto Alegre (RS), no VII ENESPE, foi decidida a criação da FNE, o que ocorreu em novembro do mesmo ano, em Salvador (BA).