Notí­cias

Comissão de Educação vota PL 2.891/15 que torna obrigatório a formação em Enfermagem 100% presencial

Publicado em:

Na manhã desta quarta-feira (22), a Comissão de Educação (CE) da Câmara dos Deputados debateu o Projeto de Lei 2.891/2015 que altera a Lei 7.498/86 e inclui a obrigatoriedade da formação em Enfermagem de forma exclusivamente presencial.

O PL 2.891/15, de autoria do deputado Orlando Silva (PCdoB-SP), garantirá que os novos profissionais de Enfermagem tenham sua graduação 100% em aulas presenciais, tirando assim a educação à distância nessa área.

“Criei esse projeto a pedido dos profissionais de Enfermagem do Brasil e sabemos que no campo da saúde é preciso de critérios, a análise de cursos à distância precisa ser muito minuciosa e é por isso que a defesa dos cursos presenciais significa a defesa da população. Hoje temos mais estudantes à distância do que nos cursos presenciais e não podemos nos omitir dos riscos à assistência nesse tipo de formação”, comentou Orlando.

Para a deputada Alice Portugal (PCdoB-BA), “não há preconceito contra os cursos à distância, porém, temos que analisar que para porta de entrada dos cursos de saúde, a Enfermagem, é importante uma formação de forma mais delicada”.

Acordou-se, ao final do debate, a votação da matéria na próxima semana visando um melhor diálogo entre os parlamentares e demais impactados no PL.

“Temos que nos posicionar e pressionar os parlamentares a votarem sim no PL 2.891/2015 e assim garantir que novos profissionais de Enfermagem de todo país tenham uma formação qualificada e dentro das necessidades que a área exige”, comentou Solange Caetano, presidente da Federação Nacional dos Enfermeiros (FNE) que acompanhou toda a sessão da CE e fará contato com os deputados buscando apoio ao PL.