Notí­cias

FNE participa de reunião do Global Nurses United (GNU), em Sidney, Austrália

Publicado em:

Nos dias 23 e 24 de julho, em Sidney (Austrália), aconteceu a reunião anual do Global Nurses United (GNU) e a Federação Nacional dos Enfermeiros (FNE) participou representada pela vice-presidente da Entidade, Shirley Morales.

“Falamos sobre as lutas e desafios que temos no Brasil para melhoria das condições de trabalho e salário dos profissionais em decorrência da Reforma Trabalhista”, comentou Shirley. “Também pontuamos os impactos no setor público e das decisões do Supremo Tribunal que prejudicam os direitos do trabalhador”, complementou.

A questão da segurança dos pacientes e o dimensionamento de pessoal foi pauta da reunião. O Brasil é o país, entre os membros da GNU, com pior escalonamento de pacientes por profissional de Enfermagem. “Enquanto no Brasil temos uma proporção de 7:1 na Terapia Intensiva, nos outros países isso chega a, no máximo, 3:1. Em alguns são 1:1!”, pontuou Shirley.

A crise climática foi mais um assunto debatido durante a conferência. “É fato que o presidente Michel Temer não cumprirá o que ficou acordado no COP 21, realizado em Paris, e precisamos afinar as discussões com a GNU sobre esse tema”.

Por fim, foram aprovados documentos de apoio ao México, Uruguai, Espanha e aos EUA, onde especificamente há um enfrentamento sobre a decisão da Corte Americana que proíbe a sindicalização em alguns Estados. Para a Espanha, o documento foi assinado para apoiar a luta de proporção de profissionais por pacientes.

Também aconteceu a Conferência Anual da Associação de Enfermeiras e Parteiras de Nova Gales do Sul, do Canadá.

Entre todos os temas abordados, falou-se sobre a questão de gênero, do empoderamento feminino, tecnologia e prescrição de medicamentos. “Anualmente há as proposta de estratégias de luta para o ano e a prestação de contas das Entidades”, finalizou Shirley