Notí­cias

Ministro Ricardo Barros ofende profissionais da saúde em visita ao Acre

Publicado em:

No início da semana, o ministro da Saúde, Ricardo Barros, esteve no Acre para um encontro com parlamentares, sindicalistas e membros de movimentos sociais. Durante a visita, Ricardo Barros afirmou que os sindicatos só sabem defender redução de carga horária e brigar por aumento salarial, e foi arrogante ao se posicionar contrário as melhorias salariais e de carreira para os trabalhadores do SUS argumentando inclusive que muitos deles sequer trabalham.

O ministro afirmou ainda que parte da violência sofrida por profissionais médicos e de outros profissionais nas unidades de saúde é culpa do mal atendimento que esses profissionais prestam a população.

A Federação Nacional dos Enfermeiros (FNE), entidade sindical de segundo grau, e sindicatos filiados, tem total REPÚDIO a declaração de Ricardo Barros por achar completamente desrespeitosa e ofensiva com milhares de trabalhadores que sustentam a base de assistência à saúde.

É totalmente inadmissível que o representante máximo do órgão que constrói e gerencia políticas públicas do setor trate os profissionais dessa forma. Profissionais estes que tentam manter a qualidade de atendimento mesmo em condições muitas vezes precárias, com baixas remunerações, por entenderem que a saúde é um direito da população e que deve ser prestada com excelência.

Desrespeito não só nas palavras, mas também no descaso com o Sistema Único de Saúde (SUS) que há tempos não tem o devido investimento.

A FNE, os profissionais de saúde do Acre e de todo o país esperam, minimamente, uma retratação do excelentíssimo ministro Ricardo Barros.