Notí­cias

Reunião do Conselho Nacional de Saúde (CNS) debate Atenção Básica, Fórum Social Mundial e saúde dos imigrantes venezuelanos

Publicado em:

A vice-presidente da Federação Nacional dos Enfermeiros (FNE) e presidente do Sindicato dos Enfermeiros do Estado de Sergipe (SEESE), Shirley Morales, participou de mais uma reunião do Conselho Nacional de Saúde (CNS) em conjunto com os membros da mesa diretora e coordenadores das comissões.

Entre os pontos discutidos esteve a conjuntura política nacional e o impacto disso no Controle Social. As estratégias de atividades que serão levadas para o Fórum Mundial Social também foram apresentadas pelas coordenações.

“A Comissão Intersetorial Saúde Suplementar (CISS), da qual faço parte, vai atuar com as Comissões de Saúde Bucal (CISB), a de Alimentação e Nutrição (CIAN) e a de Assistência à Saúde aos Portadores de Deficiência”, comentou Shirley.

O investimento e financiamento a fim de garantir o acesso à saúde pública serão temas amplamente abordados na atividade com trocas de dados com outros países para enriquecer as propostas que podem ser aplicadas no Brasil.

Durante a reunião o Grupo de Trabalho que debate a Política Nacional de Atenção Básica (PNAB) elaborou o edital de chamada pública para a Câmara Técnica da Atenção Básica, aprovada no último ano.

Em outro período, a FENTAS que deliberou uma moção de repúdio sobre a intervenção militar que acontece no Rio de Janeiro por entenderem que se trata de uma cessão à democracia e que a garantia da segurança pública precisa ser de autonomia do Estado.

O ministro da Saúde, Ricardo Barros, esteve em na reunião apresentando um balanço de sua gestão e foi questionado sobre a postura do Governo em relação ao controle social que tem enfrentado uma dificuldade muito grande nesta gestão.

Por fim, a imigração de venezuelanos em Roraima foi abordada em relação a saúde desses indivíduos e estratégias pensadas para dar a melhor assistência não só eles, mas a população local.